Nem tudo que “treme” é uma convulsão: pode ser uma parada cardíaca

Escrito por José Sérgio Carriero Junior Este post é principalmente para quem trabalha com Regulação Médica em serviços de Atendimento Pré-Hospitalar de Emergência. Mas vale também para o atendimento daquele paciente que chega “convulsionando” na Sala de Emergência. Uma das grandes qualidades dos profissionais que trabalham com atendimentos de Emergência é a capacidade de se … Continue lendo Nem tudo que “treme” é uma convulsão: pode ser uma parada cardíaca